As maiores curiosidades sobre Sydney Opera House

A Sydney Opera House é um dos ícones da Austrália e um dos edifícios mais impressionantes da arquitetura expressionista. Além de ter uma ótima história, também esconde muitos fatos curiosos

Neste post vamos contar mais sobre as maiores curiosidades sobre a Ópera de Sydney para que você saiba mais sobre um dos prédios mais fotografados do mundo.

1- A Sydney Opera House possui um cristal único no mundo

O vidro utilizado na construção do prédio é exclusivo da Ópera de Sydney, vindo da França. Ele foi encomendado pelos construtores e feito sob medida para a ocasião, portanto não há outro prédio no mundo que o tenha.

2- Ao construir a Ópera de Sydney, eles ultrapassaram um pouco o orçamento

O prédio acabou custando quase 15 vezes mais do que o previsto. Esta foi uma das principais razões pelas quais o trabalho parou por um tempo. No final das contas, o custo de construção foi de 102 milhões de dólares australianos, em vez dos 7 milhões que eles planejaram gastar.

3- Substituiu um forte, uma das curiosidades históricas da Sydney Opera House

No terreno onde fica a Sydney Opera House, havia um conhecido forte, localizado em uma posição mais do que estratégica no porto de Sydney. Ele foi utilizado por muito tempo para defender a ilha dos invasores, depois da construção da Opera House, foi totalmente desativado.

4- Alguns fatos interessantes

Outra das curiosidades da Sydney Opera House é que ela é composta por três prédios diferentes que dão a impressão de serem um só. Cerca de 10.000 trabalhadores participaram de sua construção e foi inaugurada por Isabel II em 20 de outubro de 1973, meses após a conclusão da obra.

5- É muito grande?

A Sydney Opera House tem 187 metros de comprimento e 115 metros de largura, muito maior que o tamanho de um campo de futebol. Fica em 5.798 hectares de terra, um espaço onde cabiam 8 modelos de Boeing 747 de asa a asa.

6- Possui o maior instrumento mecânico do mundo

O grande órgão da Opera House foi construído ao longo de 10 anos. Hoje, é o maior instrumento musical mecânico do mundo com 10.154 válvulas.

7- Qual é a maior sala da Opera House?

Apesar de ter seis salas para receber shows, a maior e mais conhecida é a sala de concertos, que possui 2.679 lugares. Essa sala não é usada apenas por músicos, mas até mesmo por cineastas, já que foi palco para algumas gravações de séries e filmes.

8- Ela fica localizada em um local muito simbólico

Eugene Goossens, um dos principais promotores da Áustralia, queria que a Opera House ficasse em um lugar significativo, em Bennelong Point. O primeiro concerto na cidade havia sido realizado ali em março de 1791, protagonizado por 24 aborígenes.

9- Quantas lâmpadas são trocadas por ano?

Devido a tarefas de manutenção, 15.500 lâmpadas são trocadas anualmente na Ópera de Sydney.

10- Alguém inaugurou a Ópera antes de terminar

A primeira pessoa a se apresentar na Opera de Sydney foi Paul Robeson e o fez apesar de não ter terminado ainda a construção do local. Isso aconteceu em 1960, quando ele cantou Ol’ Man River para os trabalhadores da construção civil enquanto eles almoçavam.

11- Acidente com muito humor, uma das curiosidades mais engraçadas da Sydney Opera House

Na década de 1980, uma galinha caiu na cabeça de um músico de orquestra enquanto ele se apresentava na Opera House. O animal fazia parte da peça “Boris Godunov” e uma rede foi instalada sobre os músicos para que outro acidente como esse não voltasse a acontecer.

12- Há mais cabo de aço do que você pode imaginar

Mais de 350 quilômetros de cabo de aço foram usados ​​na construção. Isso é suficiente para ir de Sydney a Canberra ou de Barcelona a Zaragoza.

13- Seu arquiteto não conhecia Sydney

Dane Jorn Utzon venceu o concurso para projetar o edifício, apesar de nunca ter estado em Sydney. Mas teve uma grande vantagem: a experiência naval que o ajudou a estudar a forma do porto e a localização da Opera House.

14- O projeto venceu por pouco

Três juízes rejeitaram o projeto de Utzon na competição, mas o famoso arquiteto americano Eero Saarinen também fez parte do júri e convenceu os demais de que Utzon deveria ser escolhido antes de 232 outros projetos. O vencedor recebeu um modesto prêmio de apenas 5 mil libras. Sendo hoje um dos principais pontos turísticos do mundo, ele deveria ter levado muito mais dinheiro, não acha?

15- O local foi inspirado em uma laranja: uma das melhores curiosidades da Sydney Opera House

Acredita-se que Jorn Utzon tenha se inspirado no design do teto arqueado da ópera enquanto descascava uma laranja. Há outras fontes que dizem que o arquiteto dinamarquês também se inspirou em caracóis, folhas de palmeira e templos maias.

16- Seu arquiteto não o viu pronto

Apesar de ser a obra mais marcante do arquiteto dinamarquês, nunca a viu concluída!

Você gostaria de conhecer a Sydney Opera House? Clique aqui e saiba como!

A Sydney Opera House é um dos ícones da Austrália e um dos edifícios mais impressionantes da arquitetura expressionista. Além de ter uma ótima história, também esconde muitos fatos curiosos Neste post vamos contar mais sobre as maiores curiosidades sobre a Ópera de Sydney para que você saiba mais sobre um dos prédios mais fotografados…